10 características que toda mulher elegante tem

Toda mulher tem o potencial de cultivar a elegância. Não basta só seguir as regras da moda, é preciso unir um determinado comportamento com a estética. Ser uma mulher elegante envolve diversos fatores e são esses segredos que a Prata e Arte vai revelar hoje!

O que torna uma mulher elegante?

Ser uma mulher elegante é a união de várias características e habilidades. A definição social do que é ser elegante pode até mudar um pouco ao longo do tempo, mas existem algumas qualidades que nunca saem de moda.

1. Saber se vestir

Uma mulher elegante sabe se vestir e o primeiro passo para isso é usar roupas que caibam bem no seu corpo. Não estamos falando apenas de tamanho, mas sim sentir-se confortável e confiante nas peças que escolher.

Se roupas muito largas ou muito apertadas fazem você se sentir estranha, quando for às compras considere a forma com que você se sente ao usar o look. Não escolha apenas o que está na moda, afinal, uma mulher elegante, além de escolher aquelas peças universais, segue seus instintos.

Dica: existem alguns estilos que nunca saem de moda, como o estilo clássico!

2. Escolher bem as joias

Os acessórios e joias fazem parte de um look perfeito para uma mulher elegante.

Você pode combinar colares curtos com longos, pulseiras finas com pulseiras grossas e anéis de cores diferentes.

Uma regra de ouro para escolher as joias ideais é olhar o look completo no espelho. Se não estiver segura sobre a escolha de mais de uma joia, tire uma. O menos às vezes é mais quando falamos de elegância!

Algumas roupas ficam mais elegantes com joias de ouro, outras com joias de prata. Então experimente os dois materiais e veja qual combina melhor.

Se você adora looks básicos para o dia a dia, como jeans e camiseta, adicionar joias pode dar um toque elegante ou levar o seu estilo para outro nível. Um exemplo: pulseiras de metal, colares longos e joias com pedras podem transformar o look do dia em uma roupa perfeita para um encontro ou festa.

Fique de olho nas cores

Escolha aquelas joias que combinem com as cores do seu guarda-roupa. Peças pretas, brancas e nude são a chave para uma mulher elegante e harmonizam com a maioria dos metais e pedras. Mas se você ama looks coloridos, considere escolher joias que complementam sua paleta.

Na hora de escolher suas joias e montar um look sofisticado, a qualidade das peças também é essencial. As joias da Prata e Arte, por exemplo, são confeccionadas com Prata 925, que é conhecida por sua durabilidade e pureza.

3. Manter a postura

A boa postura é uma característica de toda mulher elegante. Cultivar uma boa postura pode ser desafiador pois é preciso reeducar seu hábito.

O primeiro passo é observar como você mantém seu corpo ao ficar em pé e sentada.

Se você costuma ficar curvada ou encolhida, é hora de exalar maior confiança e equilíbrio por meio da linguagem corporal. O que acha de praticar? Veja como:

  1. Ao ficar em pé, pense no seu corpo se alongando pela cabeça, na direção do teto.
  2. Observe se os seus ombros ficam curvados para frente. Se sim, faça uma rotação para trás;
  3. O queixo e a cabeça não devem ficar muito projetados para baixo nem para frente. Para descobrir a posição ideal, encoste a sua lombar, seus ombros e todo o seu pescoço em uma parede e fique nessa posição por alguns segundos. Depois desencoste da parede e procure manter a postura.

Dessa forma você irá se habituar a uma postura saudável e digna de uma mulher elegante.

4. Agir com respeito

Uma mulher elegante respeita os outros e a si mesma. A empatia faz parte do respeito, pois te ajuda a entender melhor as outras pessoas e, assim, agir com gentileza seja no ambiente profissional ou pessoal.

Mulheres elegantes e respeitosas são compreensivas e bondosas, tanto em suas ações quanto em suas palavras. Ao contrário do que se possa parecer, não é uma fraqueza, mas sim uma ferramenta de inteligência emocional.

Ao tratar você mesma com bondade e respeito, você perceberá que suas ações no dia a dia ficarão mais leves e os relacionamentos com as pessoas ao seu redor ficarão muito melhores.

5. Falar da forma e na hora certa

Uma mulher elegante sabe dizer as palavras certas e, o mais importante, na hora certa. Parece simples, mas é uma habilidade social muito admirada e que nem todas possuem! Confira algumas dicas:

  1. Pratique a habilidade da escuta ativa. Ouça o que as pessoas estão falando, sem interromper, e procure entender o ponto de vista delas.
  2. Não tenha medo de falar o que pensa, com educação e respeito, mas dê sua opinião apenas se a outra pessoa pedir, combinado?
  3. Antes de falar, pense um pouco, especialmente se for uma conversa mais delicada. Não tem problema nenhum em tomar um tempinho para falar.

6. Cuidar de si mesma

O autocuidado é essencial para saúde e bem-estar. Mulheres que possuem elegância praticam isso de diversas formas. Afinal, não tem uma fórmula exata!

Muitas mulheres praticam o autocuidado focando em tempo de relaxamento, como massagem ou viagem. Outras focam na saúde física e mental, com exercícios físicos, alimentação saudável e terapia.

Às vezes, o autocuidado pode ser simplesmente saber os seus limites e respeitar seus gostos pessoais, não se privando de pequenos prazeres que vão tornar sua vida mais leve e alegre, como comprar se autopresentear com uma joia.

7. Saber receber elogios

Receber elogios com elegância é desafiador para você? Sem problemas! O segredo para aceitar um elogio é entender que, se você está sendo elogiada, é porque você merece.

Uma dica para não ficar nervosa e acabar se diminuindo quando ouvir palavras gentis dos outros, é mostrar que você reconhece o elogio, agradecer e tentar oferecer uma resposta verdadeira.

Não tenha medo de ser sentimental. Você pode falar que o elogio da pessoa deixou o seu dia mais alegre, por exemplo. Isso também pode te ajudar a não soar arrogante.

8. Reconhecer suas falhas

A mulher elegante sabe reconhecer quando erra e também que não é perfeita. Errar é humano, e a elegância está em aprender com esses erros e enxergá-los como uma oportunidade de crescer.

Não deixar que uma falha impeça você de seguir em frente é um verdadeiro ato de elegância. Ao fazer isso, você vai reparar no aumento da sua autoestima e se tornará uma mulher mais autoconfiante!

9. Manter-se atualizada

Além de estilo, postura e habilidades sociais, uma mulher com elegância está sempre ligada ao que está acontecendo ao redor do mundo.

Seja para melhorar sua vida profissional ou ser uma pessoa mais interessante, as dicas a seguir vão tornar você uma mulher mais atualizada:

  1. Faça cursos livres e frequente palestras. Seja para desenvolver um hobbie que sempre gostou ou melhorar suas habilidades no trabalho;
  2. Escute podcasts de temas que te interessam. Você pode escolher conteúdos de entretenimento, como cinema e literatura, e outros de cunho noticioso;
  3. Acesse portais de notícias, assista jornais ou ouça programas no rádio.
  4. Participe de grupos nas redes sociais. Essa é uma forma de não deixar nenhuma novidade passar despercebida e ser uma pessoa de conteúdo nas reuniões de trabalho e também nas rodas de conversas!

10 Ter autoconfiança

Por fim, uma mulher elegante tem confiança em si mesma! Ela é original e não segue cegamente as tendências e regras da moda.

Então, assuma sua singularidade e reconheça como seus pensamentos e experiências são únicos e te tornam uma pessoa não só elegante, mas especial!

Conheça a linha glamour, criada para mulheres elegantes

A linha glamour, da Prata e Arte, é uma linha de joias para mulheres elegantes de todos os estilos. Ela é resultado da curadoria cuidadosa de  estilistas, designers e estudiosos do segmento de moda e acessórios.

A linha glamour é composta por brincos, anéis, colares, pulseiras e tornozeleiras de prata com zircônias. Todas as joias são delicadas e refinadas, para deixar seu look elegante.

Quer saber a melhor novidade? Leitoras do blog têm cupom de 10% de desconto! Use o cupom VIP10 e deixe seu look impecável com a Prata e Arte!

Veja como descobrir seu tamanho de pulseira

Quando se trata de escolher a sua pulseira ideal, é importante levar em conta conforto, estilo e material. Mas na hora da compra, especialmente online, o tamanho de pulseira é fundamental.

Sabemos que adquirir uma pulseira online, especialmente pela primeira vez, pode parecer desafiador. Mas fique tranquila, hoje a Prata e Arte vai mostrar como escolher a pulseira ideal e ficar 100% satisfeita com o seu novo acessório. Leia até o final para descobrir!

Como medir o tamanho do pulso?

Assim como na escolha do tamanho de um anel é preciso medir o dedo, para descobrir o tamanho de pulseira ideal é preciso medir seu pulso.  Veja abaixo três formas de fazer essa medição.

Se você for escolher uma pulseira que não tem fechadura, ou seja, um modelo feito para deslizar sobre a mão, é indicado também medir a palma da mão e deixar um espaço extra para facilitar a colocação.

1. Use uma fita métrica

A primeira forma de achar o tamanho de pulseira ideal para você é medindo seu pulso com um fita métrica. Para isso, é só seguir os passos:

  • Envolva a fita ao redor do seu pulso, logo abaixo do osso do punho, com os números virados para cima;
  • Veja se a fita não fica muito apertada. Ela deve estar confortável assim como sua futura pulseira. Para ter certeza de que não está muito apertada, gire a fita ao redor do pulso. Isso é muito importante, principalmente se você for comprar uma pulseira que não tenha dobradiça para abrir e fechar;
  • Segure a fita métrica, deixando-a fechada como se fosse a própria pulseira. Você pode usar uma caneta para marcar o lugar exato. O número que estiver no início da fita é a circunferência do seu pulso;
  • Anote a sua medida e, na hora de fazer a compra, confira se o tamanho da pulseira é compatível com seu pulso.

2. Use um pedaço de papel ou barbante

Outra maneira de descobrir seu tamanho de pulseira  é medindo o pulso com um pedaço de papel, caso você não tenha uma fita métrica.

Coloque um pedaço de papel ou um barbante em volta do pulso, corte o tamanho correspondente e meça com uma régua. Lembre-se de que não pode ficar muito apertado.

3. Use uma pulseira que a pessoa já tem

E se a pulseira for um presente para outra pessoa? Nesse caso, a dica para encontrar o tamanho certo  é usar uma pulseira que a pessoa já tenha. Abra o acessório e meça com uma régua ou fita métrica e pronto!

Qual é o tipo e tamanho de pulseira ideal?

Depois de medir o seu pulso, pode ser que a tabela de medidas da pulseira não tenha a circunferência exata. Se esse for o caso, escolha um tamanho maior. 

Geralmente, o tamanho de pulseira ideal é aquele cerca de dois centímetros maior do que a circunferência do seu pulso. Ou seja, se ao medir seu pulso com uma fita métrica bem rente ao pulso a medida deu 13 centímetros, a sua pulseira deverá ser de 15 centímetros.

No caso de compras online é importante verificar se a loja disponibiliza uma tabela de medidas com tamanhos exatos. Mas essa não é a única dica para adquirir a sua pulseira ideal. Veja a seguir outras orientações essenciais!

1. Saiba a diferença entre comprimento e espessura

Ao medir a circunferência do seu pulso com uma fita métrica, papel ou barbante, o número que você encontra é o comprimento do acessório. Para não errar no tamanho de pulseira perfeito para você, sugerimos que atente-se também à espessura do acessório.

Enquanto o comprimento é a circunferência do seu pulso, a espessura da pulseira vai depender do material e se ela contém detalhes, como pingentes ou pedras, que possam ficar entre sua pele e a corrente. 

Se esse for o caso, a pulseira será mais grossa. Então procure deixar um espaço extra na hora de medir o seu pulso e a mão, combinado?

2. Considere como você gostaria que sua pulseira ficasse

Outra dica para achar o tamanho de pulseira ideal, é considerar como você gosta do ajuste da pulseira. Por exemplo, prefere que ela fique um pouco solta para deslizar pelo seu braço ou gosta que ela fique fixa no pulso?

Se for uma pulseira de tamanho único, é possível que ela deslize facilmente pelo pulso e antebraço.

3. Dê atenção ao material

Outro fator importante a considerar é o material. Existe uma variedade para você escolher, como:

  • ouro amarelo; 
  • aço inoxidável;
  • prata leve;
  • ródio (folheadas a ródio branco ou ródio negro);
  • prata 925.

Na Prata e Arte todas as pulseiras de prata femininas são de prata 925, compostas de 92,5% de prata pura. Além do lindo brilho e qualidade, o material não descasca com o tempo e não costuma causar alergia.  

4.  Considere a ocasião e gosto pessoal

Além do tamanho da pulseira, você deve considerar seu gosto pessoal e a ocasião em que usará o acessório. 

Pulseiras delicadas, de espessura fina e design mais discreto são ideais para eventos formais. Já as pulseiras com pingentes, pedras e brilhantes podem ser usadas em uma festa mais informal ou em uma saída à noite com amigos.

Além da ocasião, analise seu estilo pessoal de roupas e também de joias, é sempre interessante ter a possibilidade de combinar acessórios novos com aqueles já temos em casa.

Escolha sua pulseira ideal

Agora que você já sabe como medir o tamanho de pulseira, que tal escolher o melhor modelo para você? Confira as pulseiras da Prata e Arte no site!

Sobre a Prata e Arte

A Prata e Arte é uma marca de joias de 22 anos que tem um objetivo muito especial: estar com você o tempo todo e te ajudar a dar um toque especial nos seus looks, seja no dia a dia ou em uma festa formal.

Trabalhamos com acessórios femininos, masculinos e infantis. De anéis a pulseiras, colares e brincos confeccionados com Prata 925.

 

 

Imagem de vários tipos de brinco feminino

15 tipos de brinco que você precisa conhecer

Qual brinco você está usando hoje? Por que o escolheu? Para combinar com o look, para expressar seu sentimento do dia, porque acordou mais inspirada… as razões para usar cada tipo de brinco têm a ver com nossas características pessoais, mas o fato é que eles são um acessório de moda indispensável.

A coleção de brincos que está no seu porta joias também fala muito sobre o seu estilo. O tipo de brinco conta se você prefere joias menores, em prata, pequenas ou do tipo pêndulo. 

Neste artigo, a Prata e Arte vai te explicar os detalhes por trás de cada peça para você aprender a diferenciar os materiais e comprar seus brincos favoritos sem erro. 

Anote aí: tem cupom para leitoras do blog na hora das compras, tá? Use VIP10 e ganhe 10% de desconto no site da Prata e Arte.

Tipos de brinco por material

A variedade de materiais é grande, por isso é importante conhecer os tipos de brinco por material. Você pode comprar as suas joias sabendo mais sobre a qualidade e a durabilidade de cada peça.

1. Brinco de bijuteria

As bijuterias são produzidas em larga escala e, por isso, os materiais utilizados costumam ser de qualidade inferior, como alumínio, cobre, latão e plástico. Elas podem perder o brilho, a textura ou descascar em pouco tempo. Além disso, também costumam causar alergias no contato com a pele.

2. Brinco de aço inoxidável

O aço inoxidável é uma liga de diferentes metais, como cromo, ferro e níquel. Como o nome já diz, ele é resistente à oxidação, e os brincos feitos com este material dificilmente provocam alergias.

3. Brinco de prata

A prata 925 é uma liga composta por 92,5% de prata e 7,5% por outros metais, como o cobre. Brincos em prata 925 entram na categoria de joias, porque o processo de fabricação é mais delicado, resultando em peças com acabamento perfeito e excelente durabilidade.

Dentro desta categoria, temos os brincos de prata envelhecida, que foram modificados com banhos químicos e têm acabamento mais escuro.

4. Brinco de prata leve

Estas são peças desenvolvidas com uma liga de metais leves, que levam um revestimento de prata legítima. Sua coloração é um pouco mais clara do que a prata 925. São brincos de alta qualidade, com brilho e sofisticação. .

5. Brinco de ouro

O ouro é um metal precioso, relacionado ao luxo e à riqueza. É bastante versátil para a confecção de brincos, e por ser feito em material nobre, os preços dos brincos de ouro são mais altos. Há tipos de brinco que mesclam o ouro com a prata, conferindo o mesmo ar sofisticado.

Conheça as opções de brincos da Prata e Arte e aproveite o cupom VIP10, exclusivo para leitores do blog. Adicione ao final da compra e ganhe 10% de desconto. 

Tipos de brinco por design

Você prefere brincos grandes ou pequenos? Gosta de modelos que ficam pendurados? Entenda agora os diferentes tipos de brinco de acordo com o design.

6. Brinco stud

O nome stud se refere aos brincos pequenos, presos por tarraxas, que ficam bem próximos do lóbulo. São discretos e confortáveis, ideais para o dia a dia. 

7. Brinco ponto de luz

O brinco ponto de luz é um tipo de brinco stud, adornado com uma pequena pedra de zircônia. É um dos modelos mais populares, versáteis e delicados de brinco.

8. Brinco  de argola

Outro tipo clássico de brinco é o modelo de argola, que pode variar em espessura do aro e em diâmetro. 

9. Brinco pêndulo

 Foto de brinco pêndulo da Prata e Arte

O brinco pêndulo geralmente tem uma parte fixa no lóbulo, com pedras penduradas por um cordão de prata. 

10. Brinco de franja

Segue o mesmo estilo de franjas que encontramos em roupas e acessórios. O brinco de franja tem vários cordões de prata alinhados, bem próximos uns dos outros. Geralmente é preso no lóbulo por uma parte fixa em metal.

11. Brinco cascata

 Foto de brinco cascata da Prata e Arte

O brinco do tipo cascata é um modelo que traz várias camadas de pedras ou do metal em que é feito. Proporciona um efeito visual diferente, como se fosse uma cascata presa no lóbulo.

12. Maxibrincos

O nome já diz tudo, mas vamos reforçar: o maxibrinco é uma joia grande, que chama a atenção no visual. Pode ser feito todo em prata, com ou sem pedras aplicadas, ter design orgânico ou geométrico. O que importa é o tamanho: é maxi!

13. Ear Cuff

O brinco do tipo Ear Cuff é um modelo que caiu no gosto das fashionistas. Sua principal característica é que a peça fica virada para cima, acompanhando o contorno da orelha.

14. Ear Jacket

O Ear Jacket é um brinco composto por duas partes: uma delas fica presa na frente do lóbulo e a outra na parte de trás, conferindo um ar sofisticado até às joias mais básicas.

15. Ear Hook

O brinco do tipo Ear Hook também tem um design diferente, como os ear cuffs. A parte em metal forma uma meia argola que se encaixa dentro da orelha.

Melhores brincos para cada tipo de rosto

Alguns tipos de brinco ficam melhores em rostos redondos, enquanto outros valorizam os rostos quadrados. Confira abaixo os brincos mais recomendados para cada formato de rosto: 

Rosto redondo, coração e diamante

Os rostos de formato redondo, coração e diamante combinam com brincos compridos, pois eles ajudam a alongar o rosto.

No caso do formato redondo, é melhor optar por peças verticais, como o brinco pêndulo. Já os formatos coração e diamante pedem brincos arredondados, que fiquem na altura do queixo, para dar sensação de volume nessa região.

Rosto quadrado 

O rosto quadrado é caracterizado pelas linhas retas e pela mandíbula aparente. Os brincos redondos são os mais indicados para esse formato de rosto, porque balanceiam o visual com linhas curvas.

Para não sobrecarregar a linha da mandíbula, prefira brincos pequenos ou médios. 

Rosto oval

O rosto oval é muito simétrico e, por isso, combina com todos os tipos de brinco. Só é preciso prestar atenção no comprimento do pescoço. Se o pescoço for curto, é mais indicado usar brincos compridos e finos. Se o pescoço for comprido, é melhor usar brincos arredondados.

Rosto retangular

Já o rosto retangular, por ser mais alongado, fica ótimo com brincos arredondados, de tamanho pequeno ou médio, como argolas e brincos stud. Isso porque os acessórios curvados e horizontais ajudam a contrabalancear as linhas retas e verticais do rosto.

De todos os tipos de brinco que mostramos neste artigo, qual deles mais combina com você? Adquira seu modelo favorito na Prata e Arte, com 10% de desconto para leitoras do blog. Use o cupom VIP10 e aproveite!  

 

Estilo clássico: entenda tudo sobre esse estilo de moda

Dos sete estilos universais de moda, o estilo clássico é o mais tradicional. Não é formal como o elegante, nem tão confortável quanto o esportivo, mas se situa ali no meio dos dois, equilibrando as tendências de ambos.

É o estilo das pessoas práticas, que não querem passar muito tempo em frente ao guarda-roupa decidindo o que vestir. Preferem soluções versáteis, combinações que nunca saem de moda. 

Se este é o seu caso, ou se você deseja conhecer um pouco mais sobre o estilo clássico, continue a leitura até o final!

O que caracteriza o estilo de moda clássico?

O estilo de moda clássico, também chamado de tradicional, é caracterizado por roupas básicas e acessórios discretos que combinam facilmente entre si. Ele é marcado por cores neutras e sóbrias, roupas de corte reto sem estampa, joias delicadas e sapatos formais.

Este estilo transmite uma mensagem de seriedade, organização, autoridade e responsabilidade. 

Por ser muito neutro, corre o risco de parecer antiquado e sem graça. Por isso, é interessante adicionar elementos modernos no look (curvas, cores e brilho), a fim de dar um up no visual. 

A atriz Jennifer Aniston é a prova de que o estilo clássico não perde em nada para os outros estilos. Usando apenas roupas e acessórios tradicionais, ela foi capa várias vezes de revistas de moda. 

Principais roupas e acessórios do estilo clássico

Confira abaixo as principais peças do estilo de moda clássico:

Camisa branca

Se você se identifica com esse estilo, a camisa branca não pode faltar no seu guarda-roupa. Ela é uma verdadeira coringa, que serve em diferentes combinações: com saia, com calça de alfaiataria, com calça jeans, por cima de uma blusa colorida, por baixo de um colar, aberta, fechada… São inúmeras possibilidades!

Além de super versátil, a camisa branca é termicamente confortável. Ótima para looks diurnos e noturnos.

Blusas de cor lisa

Como mencionamos mais cedo, o estilo tradicional prefere cores sólidas. Azul claro, azul marinho, rosa bebê, verde menta, bege e marrom são algumas referências. Em geral, as cores aparecem em roupas lisas, ou seja, sem estampa.

Assim como a camisa branca, a blusa de cor lisa pede o complemento de um colar: colar de ponto de luz, maxicolar, gravatinha, choker ou colar de camadas. 

E para quem quer brilhar sem chamar atenção demais, a prata é a melhor escolha. Um metal precioso que dura a vida toda, de cor neutra e valor acessível.

Montagem de colares da Prata e Arte

Vestido preto

O vestido preto é um clássico que não tem erro. Combina com ocasiões de dia e de noite, e fica mais sofisticado quando acompanhado de acessórios, como brinco, colar, pulseira, anéis, bolsa, cinto e chapéu.

Suéter

Tem roupa melhor para usar no dia frio que o suéter? Não, não tem! Versátil, confortável, estilosa e, ainda por cima, quentinha! 

Uma dica super legal é usar por baixo uma camisa branca e deixar as golas do lado de fora, por cima do suéter. Você pode complementar o look básico com um escapulário ou um colar com seu nome!

Blazer

Para ocasiões mais formais, o blazer é uma boa pedida. Ele tem o poder de deixar qualquer look mais elegante! Quanto maior o comprimento, mais formal ele aparenta ser. 

Os clássicos branco e preto são maravilhosos, mas também fica super estiloso usar um blazer colorido, como cor-de-rosa e azul marinho.

Calça de alfaiataria

Embora a calça jeans seja bem-vinda, a calça de alfaiataria é a peça de baixo predominante no estilo clássico. Isso porque ela é mais formal e sóbria que a calça jeans, geralmente associada aos looks esportivos e modernos. 

Para valorizar sua cintura, prefira modelos de cós alto e use cintos.

Saia lápis

A saia lápis é aquele modelo mais justo de saia, que acompanha as curvas do corpo e finaliza na altura do joelho, com um corte reto. É uma peça característica do estilo clássico, assim como do elegante. Fica ótimo com camisas sociais e blusas básicas.

Colar de ponto de luz

O colar de ponto de luz é a marca registrada do estilo clássico. Afinal, esse acessório é discreto, versátil, delicado e muito feminino. Uma peça que não pode faltar no seu porta-joias!

Brinco pequeno

Em geral, mulheres de estilo clássico preferem brincos pequenos de modelos tradicionais, como ponto de luz, pérola e argola. Os conjuntos de colar e brinco combinando e os brincos de prata lisa também são muito procurados.

Anel solitário

Foto de anel solitário de estilo clássico da Prata e Arte

O anel solitário é o mais clássico dos anéis! Pode representar o noivado ou simplesmente ser utilizado como acessório de moda. É uma peça graciosa, elegante e muito feminina.

Pulseira de prata

A pulseira de prata combina com quase todos os looks, dos casuais aos formais. Por isso, ela é muito presente nos conjuntos de estilo clássico, adicionando delicadeza e sofisticação. 

Salto Scarpin

O salto Scarpin é sinônimo de elegância. Sua presença no estilo clássico aparece em diferentes cores e tons, mas os mais populares são o preto, o branco e o nude. Com esse trio na sapateira, você pode complementar todos os seus looks, pois eles combinam com tudo.

Sapatilha

Uma opção mais confortável de calçado clássico é a sapatilha. Os modelos de bico fino são mais refinados, enquanto os redondos são mais casuais. Há também os mocassins, que são um arraso! 

Bolsa de ombro

Você deve ter notado nas fotos acima a onipresença da bolsa de ombro, né? Esse acessório deixa o look mais formal e é super útil para o dia a dia. Como o estilo clássico tem tudo a ver com praticidade, não poderia faltar na nossa lista.

Gostou de conhecer as características do estilo clássico? Complemente seus looks com as joias da Prata e Arte! Aproveite o cupom de 10% de desconto para leitores do blog, usando o cupom VIP10. 

10 looks com boné feminino para arrasar no verão

O boné é um acessório muito querido pelas pessoas de estilo esportivo e estilo urbano. Seja para passear ao ar livre, treinar ou sair com os amigos, o look com boné feminino é bem-vindo.

Isso porque, além de ser atraente, o boné é extremamente útil nos dias ensolarados para proteger o rosto e o cabelo da luz solar. Com a chegada do verão, a tendência é que o boné se torne ainda mais frequente nas ruas.

Quer obter algumas ideias de composição? Veja como combinar o boné com suas roupas e outros acessórios neste artigo da Prata e Arte.

10 formas de usar o boné feminino no look

O boné feminino é muito versátil: você pode usá-lo de diversas maneiras! Confira abaixo 10 looks com boné feminino. 

1. Boné com roupa esportiva

Como mencionamos anteriormente, o boné é um best friend do estilo esportivo. Vai super bem com moletom, calça jeans, calça jogger, jaqueta, macacão jeans, jaqueta de sarja, camisa xadrez, regata cavada e outras roupas casuais.

2. Boné com brinco de argola

Boné feminino com brinco de argola fica muito sexy! Aposte em peças de prata, de espessura fina, para um visual mais clean. Por outro lado, as argolas grossas dão uma pegada mais fashionista ao look.

3. Boné com roupa de alfaiataria

Você sabia que o boné combina com roupa de alfaiataria? Pois é! 

Apesar de serem mais formais, as peças de tecido em corte reto ganham um  ar mais casual quando acompanhadas de boné. Neste caso, prefira bonés lisos de cores neutras.

4. Boné com colar de pingente

Outro acessório que valoriza o look com boné feminino é o colar de pingente. O pingente pode ser uma pedra brilhante, transparente ou colorida (famoso ponto de luz) ou então uma peça de prata lisa, no formato de coração, cruz ou símbolo do infinito, por exemplo.

Uma opção versátil, delicada e personalizável.

5. Boné com vestido

Dependendo da proposta do vestido, o boné também se encaixa no look. É o caso do vestido tubinho, do vestido reto e do vestido túnica. 

Se a roupa for mais justinha, amarre uma camisa ao redor da cintura. Fica show!

6. Boné com brinco de franjas

Outra combinação que amamos é o boné com brinco de franjas. Fica super ousado e elegante! 

Experimente usá-los com uma camiseta de banda e uma jaqueta de couro, conforme o estilo rock!

7. Boné com casaco

Falando em jaquetas, o casaco também é ótimo acompanhante do boné. Pode ser um casaco xadrez, puffer, de sarja ou de veludo. Todos ficam lindos no look com boné feminino.

8. Boné com relógio

O relógio, assim como o boné, é uma peça de destaque no estilo esportivo. Na moda urbana, o acessório costuma ser de metal, enquanto o estilo esportivo prefere alças de borracha. 

O relógio e o boné harmonizam muito bem, principalmente quando as cores são iguais. 

9. Boné com pulseira

Ainda na região do pulso, a pulseira complementa o look de uma forma única. Em composições esportivas e modernas, as pulseiras tendem a ser minimalistas, com pouca ou nenhuma pedraria, dando mais destaque para o metal. 

10. Boné com corrente de prata com nome

A corrente de prata personalizada com nome deixa o look com boné feminino mais elegante. Entretanto, não se trata de uma elegância formal, e sim de uma beleza ousada, cheia de personalidade.

Gostou dessas ideias de look? Adquira as joias apresentadas acima no site da Prata e Arte. Aproveite o cupom de 10% de desconto para leitores do blog; use o cupom VIP10.

 

 

 

 

Foto de homem pedindo a namorada em casamento

8 passos para o pedido de casamento perfeito + Fotos de inspiração

Se você chegou até aqui, é porque seu relacionamento faz o coração acelerar, milhões de sonhos surgirem na sua mente e a sensação de certeza de que você encontrou sua parceria de vida cresce a cada dia. Então, está naquele momento de dar o próximo passo, não é?! Vem com a gente nessa jornada para fazer um pedido de casamento inesquecível para quem você ama!

Esse momento tão importante merece todo o planejamento do mundo! Muito esforço, dedicação, investimento de tempo e de dinheiro, romantismo, ajuda de pessoas queridas e muita muita emoção! 

Como fazer o pedido de casamento perfeito? 8 passos

Confira abaixo o passo a passo de como pedir em casamento a pessoa que você ama:

1. Conversar com os familiares

Se a pessoa amada é muito ligada à família ou vem de uma cultura tradicional, é bom conversar com os pais da noiva ou do noivo antes de fazer o pedido. Segundo a convenção, o homem deve pedir a mão da noiva aos pais dela, como uma forma de respeito e petição de bênção. 

Além disso, conversar com os pais antes demonstra que você está interessado em manter uma boa relação com a família e que o apoio deles para vocês é importante.  

Contudo, se vocês não são próximos da família e não possuem uma cultura tradicional, esse passo pode ser dispensado. Analise a situação atual de vocês para decidir qual é a melhor decisão para o relacionamento.

2. Descobrir o tamanho do anel

O segundo passo é descobrir o tamanho do anel de quem será pedido em casamento. Se desejar fazer surpresa, existem algumas estratégias para conseguir o número do anel sem levantar suspeitas.

Primeiramente, você pode pegar emprestado qualquer anel utilizado pela pessoa, em um momento de descontração, e colocá-lo em seu dedo. Depois, faça uma marca no local onde ele esteve para tirar a medida posteriormente. 

Outra opção é pegar o anel emprestado e fazer a medição com fita ou régua escondido. Entenda melhor esse assunto no outro artigo do blog: Como descobrir o tamanho de anel seu e de outra pessoa?

3. Comprar a aliança de noivado

Montagem de alianças de noivado da Prata e Arte

Com o número de anel em mãos, escolha a aliança que vai marcar o relacionamento de vocês pra sempre. Antes de comprar a aliança de noivado, leve em conta o estilo de vocês, o gosto da pessoa amada e o orçamento disponível.

Busque lojas de confiança, com boa reputação no mercado e avaliações positivas dos clientes. Também é recomendado comprar de uma joalheria que ofereça garantia contra defeitos de fabricação e troca facilitada, no caso de a aliança ficar grande ou pequena. 

A Prata e Arte está no mercado de joias há 21 anos e possui 21 lojas espalhadas pelo Paraná, além do comércio online no site. Nosso catálogo inclui mais de 100 modelos de alianças, de diferentes estilos, materiais e preços, que expressam o amor com beleza, elegância e delicadeza. 

Para compras na loja virtual, a Prata e Arte emite o comprovante de compra no ato do seu pedido e também presta assistência completa contra defeitos de fabricação. Realiza trocas dos produtos em até 7 dias após a retirada ou o recebimento da mercadoria.

Dica: se não tiver certeza do tamanho do anel da outra pessoa, deixe a gravação para depois do pedido de casamento, a fim de possibilitar a troca.

Confira as alianças da Prata e Arte aqui.

Qual é a aliança de noivado? Ela é a mesma da aliança de casamento?

A aliança de noivado costuma ser de ouro, assim como a aliança de casamento. A diferença entre as duas é que a aliança de noivado se usa na mão direita, enquanto a aliança de casamento se usa na mão esquerda.

No pedido de casamento, é comum que a mulher receba um anel solitário de ouro, chamado de anel de noivado. Depois, ela pode usá-lo como aliança de noivado, enquanto o homem usa a aliança de noivado lisa, sem pedrarias.

Porém, outros casais preferem usar alianças de casamento desde a época do noivado. É uma forma de economizar nas joias, já que a aliança de casamento deve substituir ou passar a acompanhar o anel de noivado no dia do casamento. 

Por outro lado, o anel de noivado é uma peça única, almejada por muitas mulheres, que marca um momento muito especial: o dia do pedido de casamento!

 Imagem de comparação entre anel de noivado e aliança de noivado

4. Escolher o local e a data

Depois de providenciar as alianças, é hora de decidir quando e onde será feito o pedido.

Você pode escolher um lugar que seja significativo para o relacionamento de vocês, como o local do primeiro encontro ou do primeiro beijo. Pode ser também um restaurante chique, um parque bonito, um ponto turístico ou uma praia paradisíaca! Ou, se você preferir, faça o pedido em casa, com uma decoração especial.

Em relação à data, é preciso garantir que a pessoa amada estará disponível no dia, assim como o espaço (alguns locais exigem reserva). Se for ao livre, verifique a previsão do tempo com antecedência. 




5. Planejar como será o pedido

Agora que você já sabe o onde e o quando, concentre-se, por fim, no como. Que tipo de clima você quer construir? Que tópicos de conversa você vai trazer à tona? Qual será a frase do pedido? Você vai se ajoelhar?

Pense em todos os detalhes do momento, incluindo a música ambiente (se desejar) e a decoração. 




6. Iniciar os preparativos

Após elaborar seu plano, inicie os preparativos com antecedência. Faça as reservas, contate os profissionais, compre tudo o que for necessário e confeccione os artefatos de decoração. 

Conte com a ajuda de alguns amigos e familiares próximos, se preferir, para riscar todos os itens da lista.

7. Controlar as emoções

O segredo de uma boa surpresa é a discrição. Para não levantar suspeitas, mantenha a calma no dia. Aja naturalmente, como se estivesse em um encontro normal. É normal bater um nervosismo, mas respire fundo e deixe as coisas fluírem! 

8. Hora de fazer o pedido

Enfim, chegou a hora de pedir em casamento! Fale com palavras do fundo do coração, olhando nos olhos da pessoa amada e expressando sem medo suas emoções. 

Faça uma declaração de amor, leia um poema ou cante uma canção… Seja criativo! Quando acabar, profira (ou mostre, no caso de um pedido por escrito) a esperada pergunta: “Quer se casar comigo?”. 

Torcemos para que a resposta seja “sim”!

A Prata e Arte tem a aliança certa para você

A aliança do seu pedido de casamento está na Prata e Arte! Aproveite o desconto exclusivo para leitores do blog, de 10% do valor da compra, usando o cupom VIP10 no site.

A gravação interna das alianças é gratuita e você ainda pode pedir um modelo personalizado, entrando em contato com o atendimento.

Confira as alianças da Prata e Arte.

 

Imagem com vários acessórios de todos os tipos de prata.

Tipos de prata: conheça os mais vendidos e utilizados

Você sabia que entender os tipos de prata faz toda a diferença na hora de escolher a sua próxima peça? Cada tipo de prata oferece uma característica diferente. Durabilidade, valor ou pureza? Isso tudo tem a ver com o tipo de prata da joia. 

Para começar, é importante entender o que significa uma joia de prata.

Quando você encontra na descrição de uma peça do catálogo Prata e Arte uma “joia de prata”, quer dizer que ela foi fabricada com o maior índice de prata pura na sua composição. Geralmente essa proporção está entre 92,5% e 95%. Nestes casos, chamamos de prata de lei ou prata legítima.

Com um alto índice de pureza e durabilidade, essas peças não descascam com o tempo. Este processo depende bastante dos hábitos de quem usa. Saber limpar corretamente o acessório é uma forma prudente de preservar o brilho por mais tempo.

Principais tipos de prata no mercado joalheiro

Para definir as categorias, a classificação tem tudo a ver com a proporção de pureza do material. Já reparou naqueles números que acompanham os tipos de prata? Então! 

Quanto maior o índice, maior a presença de prata pura na joia. Conheça os principais tipos de prata que você encontra nas lojas.

Prata 1000

Prata 1000 é prata em estado puro! Você deve estar pensando: uau, imagina que incríveis devem ser as joias em prata 1000! Teoricamente, seriam as melhores joias do mercado. Mas na prática é diferente. 

Não é possível criar acessórios com prata 100% pura. Elas ficariam “moles” e ofereceriam pouca resistência. É por isso que outros metais são adicionados para equilibrar a composição e criar a liga recomendada. A prata em estado puro só é utilizada em casos específicos, como filigranas.

Prata 950

Como não tem acessório Prata 1000, a Prata 950 é a que oferece o maior grau de pureza. Tem 95% de prata pura e 5% de outras ligas. Os acessórios de prata 950 costumam ser os mais valiosos entre os principais tipos de prata. 

Prata 925

Ao lado da prata 950, a prata 925 é uma das mais frequentes nos principais catálogos das lojas de joias. Ela traz 925 partes de prata pura e 75 de outras ligas. 

Quer um exemplo de Prata 925? Alianças de prata! Os acessórios que simbolizam o compromisso costumam ter por 92,5% de prata pura.

Prata 800

Os acessórios fabricados com prata 800 apresentam 80% de prata pura e 20% de outras ligas. Por terem essa composição, eles podem apresentar um valor mais acessível.  Se por um lado eles têm um grau de pureza menor, por outro, eles possuem uma resistência maior.

Prata 90

É muito utilizada para banhar peças de metal e preservar a forma original do produto. Por isso mesmo, é comum aplicar Prata 90 a objetos antigos feitos de metais como latão, alpaca ou cobre.

 Imagem com pulseira de Prata Leve.

Prata Leve

A Prata e Arte trabalha com a linha Prata Leve. Estas peças trazem na composição metais leves e são revestidas de prata pura. As joias da linha Prata LEVE têm garantia de 6 meses sobre a folheação de prata.

Qual é a diferença entre uma joia folheada e uma joia banhada à prata?

A principal diferença é a durabilidade ! As peças banhadas costumam ter uma resistência maior. Isso porque as joias folheadas recebem uma folha de metal, enquanto uma peça banhada à prata tem mais de uma cobertura de metal nobre. 

Quanto mais metal nobre na cobertura do material, maior a durabilidade. Essa diferença também faz com que a joia banhada seja mais valiosa do que um acessório folheado à prata.

 Imagem com brincos de prata.

Qual é a melhor prata para joias?

Cada tipo de prata tem sua proposta e pode ser muito útil conforme a ocasião. Justamente por isso, não existe um tipo de prata ideal, que reúna durabilidade, pureza, maleabilidade e preço acessível. 

Mesmo que o catálogo tenha espaço para todos os tipos, há uma tendência, é claro! Em uma loja de joias, é frequente utilizar a Prata 925 e a Prata 950. Além do alto grau de pureza, esses tipos de prata oferecem resistência e boa maleabilidade. 

Agora que você já conhece todos os tipos de prata, que tal aproveitar o nosso cupom de 10% para leitores do blog em nossa loja virtual? Brincos, pulseiras, anéis e outros acessórios incríveis esperam por você lá! É só usar o cupom VIP10! Se joga!

Conheça o significado da pérola, a rainha das gemas

Você sabia que a pérola é a pedra preciosa mais antiga do mundo? Imagine quanta história essa queridinha da joalheria carrega! Segundo especialistas, a pérola começou a ser usada como joia nos séculos XVIII e XIV exclusivamente pela aristocracia europeia. Foi chamada de “rainha das gemas” devido ao seu processo de produção, que é natural.

A pérola é produzida dentro de moluscos, no fundo do mar, como resultado da calcificação do nácar, uma substância que esses organismos têm para combater irritações. Curioso, não é?

Esse processo tão delicado é o que faz a pérola ser uma pedra única. Quando o uso se popularizou, as pérolas passaram a ser cultivadas em ambientes controlados e até fabricadas de maneira sintética.

Vamos te contar mais sobre isso aqui no blog da Prata e Arte. Para começar, aqui estão algumas referências de moda mostrando que a pérola combina com tudo. Garanta a sua joia com pérola usando o cupom VIP10, exclusivo para leitores do blog.

Qual é o significado da pérola?

Por causa de sua preciosidade, a pérola ganhou muitos significados ao longo do tempo em diferentes culturas e tradições. A mitologia grega relaciona a pedra preciosa com a água do nascimento. Para os gregos, a pérola é uma lágrima dos deuses.

Também é da Idade Antiga que vem algumas histórias e curiosidades relacionadas à joia. Uma delas conta que o imperador romano Júlio César deu uma pérola de presente à sua amante Servília Cipião. Mas ele não foi o único romano a usar a pedra como moeda: o general Vitélio roubou um brinco de pérola de sua mãe para financiar seu retorno ao exército.

É claro que deusas antigas não ficam de fora dessas histórias, afinal, pérolas são símbolo de poder e feminilidade. Cleópatra, por exemplo, triturou uma delas e bebeu com vinho. Seu objetivo? Mostrar aos convidados que ela era uma mulher impressionante.

Por falar em mulheres impressionantes, você sabia que Vênus, a Deusa da Beleza e do Amor, era chamada de Pérola da Grécia? Já deu para perceber por que as joias com essa pedra preciosa são muito representativas na história e especialmente ligadas ao universo feminino. Por isso as pérolas também são muito usadas em joias de casamento.

Quer usar pérolas? Na Prata e Arte temos várias opções de joias que utilizam a pedra para você montar mix estilosos mesclando pulseiras, brincos, colares e anéis. E tem cupom exclusivo para leitores do blog: use VIP10 e compre com 10% de desconto.

Pérolas significam energia e pureza

Há muitos significados da pérola relacionados a energias de cura, feminilidade, proteção e amor. É o caso da Índia, que utiliza a pedra contra hemorragias e doenças dos olhos, e da Europa, que já a usou para tratar doenças psíquicas.

No viés místico, a pérola é considerada “a luz intelectual do coração”, enquanto as tradições religiosas encontram várias citações bíblicas que colocam a pérola como símbolo de riqueza e espiritualidade.

O que todas as tradições e crenças têm em comum? A paixão pela pérola! Isso nós também compartilhamos por aqui: essas pedras são encantadoras para a moda e para a joalheria.

Ao longo dos séculos, adornaram coroas de reis e rainhas, participaram de celebrações de amor, contaram histórias e se transformaram em um símbolo de estilo e sofisticação.

Como a pérola é produzida?

Na natureza, a pérola é produzida por ostras de água salgada e água doce quando um corpo estranho (grão de areia, verme ou parasita) entra em seu organismo. 

Esta intrusão causa uma irritação no manto da ostra que, para se proteger, produz uma camada de nácar (substância calcária brilhante) para envolver e isolar o corpo estranho. 

Após o acúmulo de várias camadas nacaradas e cerca de três anos de maturação, a pérola é formada. 

Esse processo é extremamente raro: acontece em uma a cada 10.000 ostras, segundo o Grupo Integrado de Aquicultura e Estudos Ambientais (GIA).

Já as pérolas sintéticas são produzidas em laboratório, com a inserção de um grão de areia no interior da ostra. Esse processo induzido imita a formação natural das pérolas, porém de uma forma controlada.

As pérolas artificiais , por outro lado, são produzidas em fábricas por meio da injeção de uma substância líquida dentro de um molde redondo de vidro ou plástico. 

Quais são os tipos de pérolas?

Tanto a produção no mar quanto a produção em cultivo dão origem a pérolas de diferentes tipos, que variam na cor e no tamanho. Até mesmo aquelas que não se formam conforme esperado podem ser transformadas em joias incríveis.

Veja agora 7 tipos de pérolas.

  • Pérola Akoya. Encontrada nas cores branco ou creme, este tipo de pérola é cultivado em águas salgadas na China e no Japão. O tamanho varia de 2 mm a 10 mm e as esferas são perfeitamente redondas. Curiosidade: a pérola Akoya é produzida por ostras perlíferas, que são as menores do mundo.
  • Pérola Arroz e Freshwater. Também conhecida como Keshi, essa pérola tem formato irregular, apresentando-se arredondada ou mais alongada, parecendo um grão de arroz. É cultivada em águas doces.
  • Pérola Tahiti. A famosa pérola negra é cultivada no Tahiti e na Indonésia e seu tamanho pode variar de 8mm a 16mm. Além da cor negra, também é encontrada nas cores roxa, azul, verde e cinza.
  • Pérola South Sea. Provenientes dos mares do sul, essas pérolas têm tamanhos entre 9mm e 20mm e são consideradas as maiores e mais bonitas do mundo. As cores mais comuns são o branco, o creme e o dourado.
  • Pérola Barroca. É o tipo de pérola que não se formou como esperado no cultivo, mas nem por isso perde seu valor. Pelo contrário: cada pérola barroca tem características únicas de cor, tamanho e formato, o que as deixa ainda mais especiais.
  • Pérola Biwa. Tem origem no Lago Biwa — o maior do Japão — e é cultivada de maneira minuciosa e cuidadosa por artesãos japoneses, seguindo um processo tradicional e antigo da região.
  • Pérola Shell. Feita a partir de um substrato de porcelana com madrepérola natural, recebendo esmaltação de alta qualidade, com nácar de pérolas naturais moídas em sua composição.

Confira as joias com pérola da Prata e Arte

No mix de produtos da Prata e Arte, contamos com diversos tipos de pérolas, tanto artificiais, fabricadas sinteticamente com os melhores materiais para conferir beleza e brilho, quanto as pérolas naturais, extraídas através de processos específicos da natureza. As joias com pérola são perfeitas para compor looks de todos os estilos, do rock ao romântico, em ocasiões especiais ou no dia a dia.

Confira uma seleção de joias com pérola da Prata e Arte.

Aproveite o cupom de 10% de desconto para leitores do blog, usando o cupom VIP10.

7 tipos de look com chapéu para você arrasar

Se tem um acessório que é preciso de confiança para usar, esse é o chapéu. De forte personalidade, nada discreto, é um item que transforma todo o visual. Quer saber como usar esse poder ao seu favor? Confira as dicas da Prata e Arte para montar um belo look com chapéu!

Quando usar o chapéu?

O chapéu é bem vindo tanto em composições de inverno quanto de verão. Enquanto nos dias mais quentes ele serve de proteção contra o sol, nos dias mais frios ele ajuda o corpo a manter-se aquecido e protege as madeixas da ventania. 

Uma antiga regra da moda diz que o chapéu só pode ser utilizado em ambientes abertos, durante o dia. Porém, muitas mulheres estilosas têm quebrado esse tabu, fazendo uso do acessório em festas, shows e outros eventos noturnos, mesmo dentro de quatro paredes.

Por isso, o que importa é o seu gosto e o seu bom senso. Apenas tome cuidado com ocasiões muito formais, como reuniões de trabalho, assembleias políticas e eventos de igreja, onde o acessório pode ser mal visto.

É certo que o chapéu deixa qualquer look mais elegante. Além disso, ele é um ótimo aliado nos bad hair days. Então não se prenda demais à etiqueta. 

Tipos de chapéu 

Existem vários tipos de chapéu feminino, cada um deles com um design diferente. Dependendo do modelo, o chapéu pode deixar seu look mais elegante ou mais despojado. 

Confira abaixo os principais tipos de chapéu, bem como as suas recomendações de uso:

  • chapéu fedora: possui aba de tamanho médio e coroa (topo do chapéu) curvada, em estilo boiadeiro. Uma fita geralmente envolve o cone (parte do chapéu que se encaixa na cabeça), resultando em um acessório de estilo country e casual. Pode ser feito de feltro, lã ou outro material sintético.
  • chapéu panamá: tem um formato muito parecido com o fedora, mas se diferencia pelo material, que é a palha toquilla. Os modelos mais comuns são de cor branca e bege. Fica ótimo em looks diurnos.
  • chapéu matinê: possui aba bem grande e coroa reta, com a copa em formato telescópio. Combina com roupas formais e casuais.
  • chapéu boater: é um modelo mais urbano de chapéu, com aba curta e coroa reta, além de copa no formato telescópio. Por ser mais discreto, pode completar looks noturnos de estilo rock ou pop.
  • chapéu floppy: o famoso chapéu de praia, com abas largas e flexíveis e uma coroa redonda. É comum que a fita ao redor do cone tenha um laço, deixando o acessório super feminino e romântico.
  • chapéu pillbox: muito comum nos países frios, é um chapéu sem fita e sem abas que se encaixa perfeitamente na cabeça, como se fosse uma touca, mas com uma coroa fixa de fundo côncavo. Dá muito certo com casaco e cachecol.
  • chapéu bowler: possui aba curta e curvada para cima, em estilo urbano e moderno. Combina com roupas esportivas e urbanas.
  • chapéu clochê: tem coroa bem arredondada e uma aba curta, dobrada para baixo. De pegada mais vintage, agrega valor aos looks formais e clássicos, principalmente os de inverno.

Qual brinco usar com seu chapéu?

O chapéu combina tanto com brincos pequenos quanto com brincos grandes. A escolha certa vai depender do gosto pessoal, do estilo das roupas e também da ocasião em que você vai usar.

Por exemplo, em uma praia, o chapéu floppy fica ótimo com um par de brincos grandes. Já o look noturno com chapéu boater combina melhor com os brincos discretos: ponto de luz, mini argola ou stud de pérola.

7 joias que você pode combinar com chapéus

Quer ver alguns exemplos práticos? Conheça algumas peças que combinam muito com chapéus.

1. Colar de Prata Mar

Vai para a praia ou para o clube? Aproveite a oportunidade para vestir o chapéu! Fica lindo com biquíni e saída de banho, mais joias de estilo praiano.

2. Colar escapulário

Em dias de passeio, nada melhor que uma roupa confortável! Experimente o macaquinho com um chapéu de abas largas e adicione um brinco de tamanho médio!

3. Colar de prata com bolinhas

Para o dia a dia na cidade ou na fazenda, você pode usar o chapéu junto com uma blusa e calça jeans, acompanhada de cinto de fivela. Depois, é só adicionar um colar de prata para obter o look country perfeito!

4. Colar com temática natureza

Outra combinação perfeita é o kimono com chapéu. Em uma proposta boho, use o kimono por cima de uma blusa branca básica, com um colar comprido e um chapéu de cor bege. Vai ficar maravilhoso!

5. Brinco de coração

As mulheres de estilo romântico podem combinar o vestido longo com um chapéu (de preferência do modelo floppy) e brinco comprido. Essa composição é um sucesso!

6. Brinco de zircônia em estrela

Em um estilo mais formal, o chapéu se adequa ao suéter acompanhado de calça de alfaiataria, calça jeans e saia longa. Não deixe de usar o cinto, que vai valorizar sua silhueta e tornar o look mais harmonioso.

7. Brinco Argola

Nos conjuntos de inverno, o chapéu é bom companheiro do casaco e do cachecol, principalmente quando as cores são neutras ou análogas.

Como você viu, o look com chapéu fica mais completo na presença de outros acessórios. Adquira as joias da Prata e Arte com 10% de desconto, usando o cupom exclusivo para leitores do blog! Use o cupom VIP10.